Close

Not a member yet? Register now and get started.

lock and key

Sign in to your account.

Account Login

Forgot your password?

Perguntas frequentes

Porquê fazer irrigações nasais?

A mucosa nasal retém e elimina as impurezas do ar inalado graças à sua função ciliar. O muco espesso e as secreções associadas a rinites, sinusites, asma e pingo retronasal afetam a referida função e pioram os sintomas. A mucosidade e as secreções retidas facilitam a infeção, produzem obstrução nasal e dificultam a respiração. A irrigação nasal: elimina a mucosidade, diminui a congestão, facilita a respiração, limpa as secções pró-inflamatórias e alergénios, e restaura a função ciliar.

Quando se deve fazer irrigações nasais e com que frequência?

As irrigações nasais são recomendadas em casos de rinites e sinusites, congestão nasal de causa alérgica ou infecciosa, excesso de mucosidade e, de forma geral, em todas as patologias que causem obstrução nasal e hipersecreção. Também são recomendáveis após uma cirurgia nasal ou quando se desenvolvam atividades em ambientes contaminados. Em cidades com grande poluição ambiental são muito úteis como medida de higiene preventiva de rinite e sinusite.
A frequência da irrigação depende da indicação. Em alergias ao pólen recomenda-se fazer de 1 a 3 irrigações diárias durante o período de polinização, antes da administração de sprays nasais. Em processos agudos (por ex. catarro comum), a irrigação faz-se 2-3 vezes ao dia enquanto dure a congestão nasal. Em processos crónicos, 1 ou 2 vezes ao dia durante várias semanas ou meses. Quando se faz de forma regular como medida de higiene, 1 vez ao dia ao levantar ou deitar é suficiente.

Existe algum perigo em fazer irrigações nasais?

As irrigações nasais são extremamente seguras. Deve-se apenas evitar colocar a cabeça de lado ou deitá-la para trás durante a irrigação, pois isso pode favorecer o risco de otites ao passar secreções purulentas pelo ouvido médio. Com os sistemas RhinoDouche ou Grossan-Hydro Pulse isto é evitado já que a irrigação é realizada com a cabeça centrada e para a frente.  Além disso, com a cabeça nesta posição, o líquido sai facilmente para o exterior pelo orifício contralateral, evitando-se que passe para a garganta. Para evitar contaminações, o dispositivo não deve ser partilhado por várias pessoas.

O líquido de irrigação pode entrar nos seios maxilares?

Sim, o líquido de irrigação entra nos seios e fica retido nos seios durante um período breve de tempo.  A sua saída é favorecida com os movimentos da cabeça. Em caso de sinusite, as secreções retidas diluem-se facilitando a sua expulsão.

Que diferença há entre fazer uma irrigação ou usar sprays?

A irrigação nasal lava toda a mucosa nasal e paranasal. Esta lavagem é realizada com um volume abundante de líquido de irrigação (entre 250-500 ml), o que possibilita o efeito mecânico de arrasto. Pelo contrário, os sprays pulverizam uma pequena quantidade de solução salina que serve para humidificar o nariz mas não para conseguir o efeito de lavagem da irrigação.

Pode fazer-se irrigações nasais só com água?

Não. A mucosa nasal, ao contrário da mucosa bucal é muito sensível à concentração de sal. Faça irrigações com água (sem sal) é doloroso e altera lesão da mucosa e inibir a função ciliar nasal.

Pode usar-se sal de mesa para preparar o líquido de irrigação?

Não é recomendável. O sal de mesa tem aditivos (por ex. antiaglomerantes, iodo) que são irritantes para a sensível mucosa nasal. A solução preparada com sal comum não está tamponada, pelo que não tem capacidade para amortecer as variações eletrolíticas da água da torneira. Também não contém os iões necessários para a atividade dos cílios nasais, sendo prejudicial para a mucosa.

Com que idade se pode começar a fazer irrigações nasais?

A partir dos 4 anos, quando a criança for capaz de colaborar na sua realização.

Onde posso obter os produtos para irrigação nasal?

RhinoDouche®,  RhinoDouche Junior, Rhinodouche Sal XL® e Rhinodouche Sal Junior estão disponíveis em farmácias.  Faça o seu pedido com o seguinte Código Nacional (CNP):
•    RhinoDouche CNP ANF 6424796
•    RhinoDouche Junior CNP ANF 6298760
•    Rhinodouche Sal XL CNP ANF 6163204
•    Rhinodouche Sal Junior CNP ANF 6298752

Distribuidor de RhinoDouche® em Portugal:

Sellium Pharma, Lda.

tel.  +351 249 094 792

email: geral@sellium-pharma.pt